Skip to content

Os carros elétricos são só para as cidades?

Quantos Kms já fez de carro elétrico?

Estão divididos por diversos carros desde 2011, que são conduzidos por todos cá em casa, fica difícil saber ao certo, seguramente bastante mais de 200.000km.

 

Qual a primeira grande viagem que fez de carro elétrico e quais os desafios dessa viagem ?

A primeira viagem grande foi em 2016 para acompanhar a seleção nacional no Europeu em França. Os desafios foram tremendos, nem conseguimos chegar a tempo do primeiro jogo. O carregador rápido de Sevilha não funcionou e tivemos de aguardar quase 24h aí para carregar o carro. Uma grande historia… em resumo, o carro carregou numa tomada shucko de uma arca de gelo.

 

Exige mais planeamento viajar (viagens longas) de carro elétrico? Como estrutura as suas viagens ?

Em 2016 sim, exigia um grande planeamento e contar com opções A, B e ir pensando em C. Atualmente em toda a Europa já podemos ir sem grande planeamento, já é preciso estar bem longe de casa para encontrarmos zonas difíceis.

As nossas viagens são estruturadas dia a dia, saímos com o objetivo de chegar a determinado lugar, mas não temos obrigações de fazer x km por dia, vamos andando, se virmos algo interessante ficamos. Regra geral marcamos hotel só depois das 17 horas do próprio dia. É muito raro conduzirmos depois do pôr do sol, e nunca fazemos turnos de condução superiores a 2h30.

 

De todos os países que percorreu, qual representou o maior desafio para viajar de carro elétrico?

Marrocos, quando decidimos ir a sul de Maraquexe, foi um bom bocado “fora de pé”.

 

Em Portugal já é possível cobrir grandes distancias?

Totalmente, em Portugal hoje com uma bateria de 50kWh ou maior é possível ir a qualquer lado sem qualquer planeamento, quando precisamos de carga vai existir carregamento num raio muito curto.

 

Hoje existem mais pessoas a arriscar longas distancias de elétrico?

Cada vez mais. Nas redes sociais aparecem cada vez mais registos de road trips Europeias, é um turismo que se tornou moda na Europa central. Para nós (Portugueses) é um pouco mais “chato”, há sempre que atravessar os mesmos países (Espanha e França) até podermos diversificar. Para um Suíço, Austríaco, qualquer um ali da Europa central, um dia vai para sul outro para sudoeste e é desde o início um percurso diferente.

IMG_2234

Entusiasta Mobilidade Elétrica

Subscreva
a Newsletter

Subscreva
a Newsletter

MAIS NOTÍCIAS

separator-shape-03