Skip to content

Bárbara Silva do ECO/Capital Verde é moderadora do evento Helexia – Dia Mundial da Energia

A Helexia organiza no dia 26 de maio às 11h, Dia Mundial da Energia, o evento online “Energia como fator de competitividade para a exportação”. O evento terá transmissão Live nas plataformas Linkedin YoutubeBárbara Silva do Eco/Capital Verde é nossa moderadora, a quem colocámos algumas questões sobre este tema. 

 

1- O Capital Verde by ECO iniciou em Janeiro de 2020, qual o balanço que faz deste projeto até agora?

O Capital Verde nasceu ainda em pré-pandemia como a primeira plataforma jornalística especializada em Economia Verde e Finanças Sustentáveis em Portugal e tem-se afirmado como tal. O projeto e 2020 nasceram com a promessa de um grande ano de Lisboa Capital Verde Europeia e do ano em que os temas da sustentabilidade, transição climática e energética dominariam a atualidade. Acabou por ser o ano mais atípico de sempre, com o mundo a braços com uma pandemia nunca vista, mas depressa se percebeu que os temas “verdes” não iriam perder a sua relevância e fariam, aliás, cada vez mais sentido num panorama de recuperação sustentável da economia no pós pandemia. O Capital Verde acompanhou sempre essas tendências e traz diariamente aos seus leitores notícias, entrevistas, reportagens, análises, dossiês especiais, opiniões exclusivas.

 

2- Como é que um jornalista se prepara para falar de temas de energia e de sustentabilidade? Qual o contributo que a imprensa pode ter para o Desenvolvimento Sustentável, relacionando-o com desenvolvimento económico?

A preparação acaba por ser feita no dia a dia, lendo, escrevendo, entrevistando especialistas, pesquisando. Para mim os temas de energia são fascinantes e apesar de só ter começado a debruçar-me mais sobre esta área a partir de 2017, na minha carreira jornalística, depressa se tornou um interesse muito forte. Quanto à sustentabilidade, agrada-me precisamente sob ponto de vista económico e não apenas do mero jornalismo ambiental, tendo em conta que a minha formação foi feita na escola do Diário Económico, sempre com esse ângulo muito marcado. A imprensa pode trazer a energia e a sustentabilidade para a ribalta das notícias e da atualidade, a par com outros grandes temas.

 

3- Na sua opinião quais são as grandes tendências do setor energético nos próximos anos?

Na minha perspetiva, os grandes temas em debate serão os do autoconsumo e das comunidades de energia a nível local, os projetos renováveis híbridos, que envolvam mais do que uma fonte de energia, o eólico offshore e o solar flutuante, o hidrogénio verde, a eficiência energética de casas, empresas, edifícios, a mobilidade elétrica.  

barbara-silva_capital-verde_autor-v2

Eco/Capital Verde

Subscreva
a Newsletter

Subscreva
a Newsletter

MAIS NOTÍCIAS

separator-shape-03